terça-feira, 4 de junho de 2013

Exu Zé do Caixão - parte 2

À direita: imagem do Exu Capa Preta da Encruzilhada. À direita: boneco do personagem Zé do Caixão, criado pelo artista Matthew Jaycox.

Zé do Caixão é seu personagem mais famoso, nascido de um sonho em que um exu aparece em seu quarto e lhe puxa, pelo pé, para o inferno. A semelhança do personagem com a entidade da umbanda/candomblé é evidente: a capa preta e a cartola caracterizam a figura popular nos terreiros. No entanto, Zé do Caixão não acredita na umbanda, no cristianismo, na reencarnação ou no que quer que seja, proferindo discursos niilistas capazes de abalar a fé dos mais fervorosos.

Trecho do texto de J. W. Kielwagen. Disponível em <http://bulhorgia.com.br/colunas_mojica.htm>.

Capa do disco "A Peleja do Diabo com o Dono do Céu", de Zé Ramalho. Fotografado pelo cineasta Ivan Cardoso, o cantor aparece cercado pelo Exu Zé do Caixão e por uma Pombagira, interpretada por Xuxa Lopes.

mas José Mojica Marins
é um grande ser artista
que fez de um personagem
seu forte ponto de vista
um homem que encara a morte
com uma visão realista

pro povo mais populista
que queiram analisar
o diabo é algo assim
crendice bem popular
exu de barba e capote
e unhas para agarrar

e se o diabo vem cantar
contra um dono do céu
que é o nome de um tal disco
envolto em paz e véu
os dois bons personagens
irão sentar-se no réu

Trecho do poema de cordel A Peleja de Zé do Caixão com o cantor Zé Ramalho, de Zé Ramalho. Disponível em <http://www.zeramalho.com.br/sec_news.php?page=1&id_type=2&id=28>.

Rótulo de marafo com imagem de Zé do Caixão. Autoria e data desconhecidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário